O desafio da administração de conflitos nas empresas

Ter razão ou ser feliz

Por Fernando Mantovani

Quando se trata de conflitos no ambiente de trabalho, é comum que, algumas pessoas prefiram abrir mão de suas posições do que entrar em conflito – mesmo que estejam certas. Realmente, há algumas brigas que não valem a pena serem compradas, mas nem toda situação é assim. Em certos momentos é muito importante manter-se firme.

A administração de conflitos nas empresas e a importância de defender sua posição

A grande questão é a forma que as pessoas adotam para expressar o que pensam. Em meio a uma discussão, quando o sangue ferve falamos com o estômago e acabamos perdendo a razão. Antes de chegar nesse ponto, interrompa a conversa, peça um tempo para pensar melhor no assunto, vá espairecer a cabeça. Será a melhor atitude para ambas as partes.

Evitar o conflito corporativo provavelmente não resolverá o problema, talvez até o agrave. Uma forma de evitar isso é expor seus argumentos de forma bem embasada, com fatos e dados. Dificilmente uma abordagem lógica será ignorada. Observe em que tipo de empasse você está envolvido. Nem sempre você terá que optar por ter razão ou ser feliz. Em algumas situações será possível ter os dois.

Você também pode gostar de: Regras de etiqueta nos negócios

Fernando Mantovani é diretor de operações da Robert Half Brasil.
Este artigo foi publicado em primeira mão no blog Sua Carreira, Sua Gestão, da Exame.com.

Tags: Carreira

Compartilhar essa página