Comportamento nas redes sociais: você é o que você posta

Comportamento nas redes sociais: você é o que você posta

Por Juliana Porto

Um simples post na rede social pode dizer sobre você muito mais do que você mesmo pensa. Seus gostos, hobbies, convicções e ideais estão todos estampados ali. Assim, tenha em mente que em um processo de seleção seus perfis muito provavelmente serão verificados. E, enquanto funcionário, você representa a companhia em que trabalha - e ela está interessada nas suas publicações. “A rede social é um retrato seu para pessoas de fora, que muitas vezes não teriam tanto contato com você. Como você quer ser visto?”, diz o consultor de recrutamento da Robert Half Brasil, Rannison Silva.

Veja o que postar e o que não postar nas redes sociais e como usá-las a seu favor

LINKEDIN

Há quem use redes pessoais - como o Facebook ou Instagram -  para mostrar conquistas do trabalho ou resultados de projetos profissionais. E isso não é visto como um problema. Mas o LinkedIn é uma plataforma essencialmente profissional. Portanto, selfies na praia, fotos de viagem e vídeos do seu bichinho de estimação ficam de fora. Use esta rede social para ampliar seu network, entrar em contato com recrutadores e divulgar seu currículo.

FACEBOOK

Tudo bem publicar sua opinião política, religiosa ou suas preferências futebolísticas na rede. Mas é preciso prudência quanto ao tom dos posts. “Se a pessoa é muito enfática em questões que não estão de acordo com a cultura da empresa, ela vai preferir contratar alguém mais neutro ou que não se exponha tanto”, diz a especialista de recrutamento da Robert Half Brasil, Larissa Laibida. Cuidado, também, em compartilhar notícias falsas e com os comentários intransigentes.

INSTAGRAM

Pratos deliciosos, bichinhos fofos e viagens paradisíacas: o Instagram tem “assunto” para o dia todo. Mas será que você não está passando tempo demais vendo e curtindo as fotos? “A que você se dedica? Se você passa tanto tempo nas redes sociais, o que você está fazendo para agregar a si mesmo e à empresa?”, questiona Silva. 

SNAPCHAT

Não é porque as publicações dessa rede ficam disponíveis apenas por 24 horas que você não deve ter os mesmos cuidados recomendados para as outras. Lembre-se que há gente que você nem imagina que pode estar vendo o que você publica! Procure manter a mesma postura que você tem em seus outros perfis.

 

Juliana Porto é jornalista desde 2005 e começou sua carreira escrevendo justamente sobre... carreiras! De lá para cá, já cobriu finanças pessoais, consumo e tecnologia em redações no Rio e São Paulo, mas sempre acaba voltando ao tema com que começou sua vida profissional.

Compartilhar essa página