Como você está recebendo os seus candidatos?

businessman with open hand ready for handshake É muito comum encontrar diversos textos direcionados aos candidatos sobre a melhor maneira de se apresentar e se comportar numa entrevista de emprego. Na maioria das vezes esses artigos estão voltados para a forma de se vestir, o que falar e como responder a algumas perguntas. Mas hoje quero abordar por um outro aspecto, partindo do príncipio que a entrevista é uma via de mão de dupla. Você já parou para pensar em como está recebendo os seus candidatos? O primeiro ponto é a forma como o contato é feito com o candidato, o quanto de informação se abre sobre a empresa ou sobre a posição para o qual ele está sendo convidado e um detalhe muito importante: como o convite para entrevista é feito. Alguns recrutadores preferem passar os dados da entrevista na própria ligação, fazendo com que muitas vezes os candidatos anotem informações erradas. Não seria muito mais fácil enviar um e-mail com todos os dados e com o site para que o candidato possa pesquisar sobre a empresa? Um material escrito pode ser consultado mais de uma vez e evita falhas na memória – tanto do candidato quanto do recrutador. Outro ponto que merece a atenção está no fato de muitos recrutadores não informarem às pessoas que terão o primeiro contato com o candidato com antecedência. Portaria, recepção ou outras áreas da empresa podem não receber bem o profissional ou, até mesmo, passar informações desencontradas que geram desconforto, frustração e atrasos desnecessarios. É importante observar também no espaço em que a entrevista acontece: condições da sala, padrão dos móveis e organização. Qual a imagem que a sua empresa quer refletir para o candidato? No momento da entrevista, a sala é o cartão de visitas da sua companhia. Ela vai refletir para o candidato como é a empresa - se ela estiver desorganizada ou mal cuidada é essa a imagem que ele vai levar na cabeça. Por último, fica a credibilidade e a confiança que o recrutador passa para o candidato, cumprindo os prazos que estabelece com eles, fornecendo feedback quando necessário sobre o andamento do processo e, principalmente, uma resposta negativa caso ele não seja aprovado. É importante estar atento à forma como você está vendendo a sua empresa para os seus candidatos. Se ao longo dos processos seletivos muitos profissionais estão desistindo, é necessário parar e pensar como esse processo está funcionando e o que está fazendo com que eles percam o interesse. Melhorar a apresentação da empresa faz com que melhore o nível dos candidatos – o que, no final das contas, pode gerar um melhor resultado para a empresa. * Isaías Júnior é analista de RH da Robert Half

Tags: Recrutamento

Compartilhar essa página