Como se recuperar de uma rejeição

É muito difícil não levar um “não” em uma entrevista de emprego sem levar para o lado pessoal. Para preservar a autoestima e se manter motivado na busca por uma nova oportunidade, siga essas cinco dicas.

Desapegue
A reação inicial pode ser de extrema frustração, mas deixe passar a negatividade. Raiva não vai ajuda-lo a continuar a sua busca por um emprego. Mais importante: nunca direcione seus sentimentos ruins para a empresa ou à pessoa que negou a sua continuidade no processo. O mundo é pequeno, especialmente em algumas indústrias, então o seu ressentimento pode se virar contra você. Quem sabe? Você pode se candidatar a outras vagas na mesma empresa.

Aproveite a oportunidade
Peça por feedbacks construtivos – nem todos os empregadores vão providenciar isso, mas vale a pena perguntar. Uma ligação telefônica pode ser um bom momento para isso – empregadores não gostam muito de colocar seus pensamentos por escrito por medo de futuros processos, então envie um email e peça para falar rapidamente. Não esqueça de usar a rede de contatos que você está construindo durante a busca por emprego e pergunte ao recrutador se ele pode dar dicas relevantes. Esteja consciente sobre a forma com que você se apresenta aos outros. Pense sobre como você respondeu a perguntas-chave. Você está destacando a sua experiência da maneira mais favorável?

Foque nos seus pontos fortes
Sempre há áreas em que se pode melhorar, mas lembre-se que você tem sua própria proposta de valor e suas paixões. Com o foco nisso, você conseguirá renovar as energias e retomar a procura até conseguir a próxima entrevista. Positividade e paixão são duas características que os empregadores valorizam muito, então traga as duas para o seu currículo e para a entrevista de emprego.

Não leve para o lado pessoal
É muito pouco provável que a sua rejeição para a vaga tenha sido um “voto consciente” contra você. O mais possível é que a experiência e a personalidade de outro candidato tenham se sobressaído com o entrevistador. Escolher um candidato é uma tarefa cheia de nuances. Especular sobre as razões exatas de você não ter sido escolhido não vai te trazer mais alegria.

Seja gentil consigo mesmo
Sustentar uma atitude mental positiva vai chutar os pensamentos depressivos para escanteio. Faça isso tendo atitudes felizes e recompensadoras. Encontre amigos, mantenha interesses pessoais que preencham a sua vida fora do trabalho e exercite-se! Não existe maneira melhor de ativar os hormônios da felicidade (endorfinas) do que colocando o corpo para suar. Para algo diferente, tente uma aula de yoga para renovar as energias e traga um senso de calma para sua jornada de busca por trabalho. Dando algo em troca para a sociedade também ajuda a dar uma nova perspectiva. Considere praticar voluntariado – seja com um foco puramente altruísta ou para ganhar experiência com a sua indústria. Você se sentirá bem fazendo uma contribuição e será uma boa pausa para a busca por emprego.

Este texto é uma adaptação de um artigo do blog work life Australia. Clique aqui para ver o link original.  

Tags: Emprego

Compartilhar essa página