Como mencionar um período sabático no currículo

O período sabático deve constar no seu currículo se esse tempo longe do trabalho acrescentou alguma coisa à sua carreira ou desenvolvimento pessoal. E é isso o que normalmente os sabáticos fazem. Porém, citar o período sabático no currículo pode ser um desafio para muita gente. Mas, não há mistério. É positivo dizer que você ficou seis meses, um ano ou dois no exterior para estudar, seja um curso de idiomas, uma pós-graduação ou um mestrado. Assim como se a ausência do escritório teve como razão um tempo dedicado exclusivamente a escrever um livro ou outro projeto pessoal. Ou ainda se o sabático foi dedicado a um voluntariado ou até mesmo para cuidar de alguém próximo com problema de saúde.

Exponha o motivo

O importante é deixar claro no currículo o motivo de ter ficado um tempo afastado da vida profissional. Isso é melhor do que deixar um espaço em branco e levar o recrutador a imaginar que você ficou desempregado todo esse período.

Aprendizados

Além de mencionar a data e a razão do sabático, procure mostrar os aspectos positivos do período longe do trabalho. Tudo, claro, de forma sucinta. Deixe os detalhes para a entrevista de emprego.

Onde falar do sabático no cv?

O local mais apropriado para mencionar o sabático é uma seção no pé do currículo. A não ser que tenha sido sua atividade mais recente. Nesse caso, para não parecer estranho que seu último emprego tenha sido há, digamos, um ano atrás, mencione-o logo no começo do documento.

Por fim, a dica de sempre: customize seu currículo de acordo com cada vaga para a qual você se candidata. As habilidades conquistadas no sabático e mencionadas no documento também devem levar isso em conta.

Compartilhar essa página