Como melhorar o seu inglês

Por Juliana Porto

Praticamente todas as vagas de emprego anunciadas exigem do profissional no mínimo um bom nível de inglês. No entanto, o real domínio da língua ainda deixa muito a desejar, e isso é unânime entre recrutadores e gestores. As justificativas para isso são inúmeras: da timidez para falar em público, preguiça para colocar os ensinamentos em prática ou falta de tempo para frequentar um curso. A boa notícia é que não é necessário morar fora do país para falar bem e há muitas ferramentas disponíveis para se exercitar.

Leia em inglês: A dica clássica é buscar um livro que você já tenha lido em português. Assim, com a história em mente, fica bem mais fácil entender o assunto. A estratégia é ótima e pode ser estendida para as suas revistas e sites de acordo com assuntos de sua preferência. Seguir blogueiros, influenciadores e até mesmo celebridades estrangeiras que você admira nas redes sociais ajuda a manter contato com a língua.

Assista séries e filmes: O Netflix pode ser companheiro na hora de investir no seu inglês. Mas, em vez de assistir o episódio dublado ou com legenda em português, que tal aumentar o nível de dificuldade e optar pela legenda em língua estrangeira? Se for uma série que você já viu antes, vai ser mais fácil. Mas mesmo se for inédito não vai ser um bicho de sete cabeças. Que tal começar agora?

Invista em aplicativos: Está indo para o trabalho e não sai do Facebook durante todo o trajeto no ônibus ou no metrô? É viciado em joguinhos no celular? Utilize estes hábitos a seu favor. Não faltam opções de aplicativos gratuitos para te ajudar a aprimorar o inglês, dos mais lúdicos aos mais sérios. Não há nada melhor do que preencher seu tempo livre de forma a te ajudar a crescer. Vai valer muito a pena.

Converse com um gringo: Se você não conhece nenhum estrangeiro, não tem problema. Mais uma vez, as redes sociais podem trabalhar  a seu favor. Em sites como o Couchsurfing turistas estrangeiros buscam dicas de passeios, restaurantes e pontos turísticos na sua cidade, e até mesmo hospedagem gratuita. Uma forma divertida e ao mesmo tempo eficiente de se exercitar!

* Juliana Porto é jornalista desde 2005 e começou sua carreira escrevendo justamente sobre... carreiras! De lá para cá, já cobriu finanças pessoais, consumo e tecnologia em redações no Rio e São Paulo, mas sempre acaba voltando ao tema com que começou sua vida profissional.

Compartilhar essa página