Como ficam os salários das áreas de marketing e vendas em 2015

Foi-se o tempo que o bom vendedor era aquele que tinha apenas boas habilidades de comunicação e persuasão. Hoje, o mercado exige um perfil mais sofisticado dos executivos comerciais. Portanto, para crescer na área e abraçar os melhores empregos, é preciso ter um perfil consultivo e visão global de negócios. “É um profissional que conhece a fundo o que está vendendo, se coloca no lugar no cliente para entender a sua real necessidade e ajudá-lo de forma sincera”, afirma Daniela Ribeiro, gerente sênior da Robert Half. “Esse perfil de vendedor pensa no relacionamento de longo prazo, por isso, às vezes, até informa o cliente que ele não precisa do produto ou serviço em um determinado momento”.

Já na área de marketing ganha destaque o profissional mais generalista. Isso porque as equipes estão mais enxutas, uma vez que não atingiram os resultados previstos para 2014. “O gerente deixa de olhar só para uma caixinha e olha para todo o departamento de marketing”, afirma Daniela. E, por abraçar mais áreas, seu salário tende a ser mais elevado.

O Salary Guide 2015, guia com remunerações e tendências de contratação em oito diferentes setores, mostra que a média salarial dos gerentes de marketing deve ficar 11% maior neste ano, na comparação com 2014, chegando a R$ 25 mil mensais para quem atua em uma grande empresa. Ainda em 2015 também sobem de forma substancial as remunerações dos gerentes de trade marketing (8%), que podem alcançar R$ 20 mil, e dos supervisores de vendas (9,5%), que chegam a ganhar R$ 12 mil. No topo da hierarquia da área, o diretor comercial tem salário que varia de R$ 16 mil a R$ 50 mil e o diretor de marketing tem remuneração entre R$ 17 mil e R$ 45 mil.

Tags: Salário

Compartilhar essa página