Como falar de salário em entrevistas de emprego?

Quem nunca se enrolou numa entrevista de emprego para responder qual o valor do último salário e sua remuneração pretendida?! Temos uma tendência a querer valorizar nosso passe e, sempre que possível, damos uma inflacionada. Se exagerarmos podemos acabar perdendo uma boa chance. Por isso, separamos algumas dicas para você falar de salário de uma forma tranquila durante as entrevistas de emprego. Primeiro faça uma pesquisa para saber se sua remuneração atual e a pretendida estão compatíveis com seus pares no mercado.

A Pesquisa Salárial da Robert Half é bom um recurso para dar um parâmetro dos salários praticados para diversos níveis. Com base na sua pesquisa, seja honesto ao responder sobre seu atual salário. Se ele estiver abaixo de mercado, reforce que esse é um dos motivos que o levaram a procurar uma oportunidade melhor. A maioria dos empregadores já tem um orçamento pré-definido para as posições que pretendem preencher. Muitas vezes, o valor é estabelecido muito antes do início do processo de entrevista.

Veja o Modelo de currículo que a Robert Half criou.

Em teoria, o seu salário anterior não deve afetar significativamente qualquer oferta que você vá receber. É muito comum nas conversas, os recrutadores falarem em total cash ou quanto que você recebe no ano. Isso inclui sua remuneração fixa, bônus e outros possíveis benefícios. Saiba fazer essa conta para poder comparar com a nova proposta. Sempre que falar de pretensão salarial baseie sua conversa na pesquisa que você fez e informe um intervalo que seria adequado para a função a qual você está concorrendo. Não fuja da realidade querendo receber no novo emprego o dobro da sua remuneração atual – isso raramente (para não dizer nunca) acontece. Seja sensato.

Compartilhar essa página