Como evitar e perceber uma mentira na hora da contratação?

Sabemos que a situação econômica instável do País impactou e ainda reflete na taxa de desemprego na população em geral. Apesar de os números já sinalizarem uma melhoria, ainda há uma maior disposição de candidatos para poucas vagas. Assim, a concorrência pelo emprego está cada vez mais acirrada.

Para os recrutadores​, este cenário permite uma análise melhor de diversos candidatos na procura pelo mais qualificado a uma determinada vaga. Já para os candidatos, resulta na necessidade de atender às qualificações exigidas pelas oportunidades disponíveis - o que pode levá-lo à atitude errada de omitir informações e, até mesmo, mentir em seu currículo  para conquistar a vaga.

Uma pesquisa publicada recentemente pela Robert Half relevou que 75% dos 303 diretores brasileiros entrevistados já excluíram candidatos de um processo seletivo após detectarem dados supervalorizados ou omitidos nos currículos deles. Neste estudo, foi possível perceber, também, quais são as informações mais inventadas ou escondidas, tanto nas entrevistas quanto nos currículos.

* Para ter acesso à pesquisa completa, clique aqui.

Porém, as mentiras podem ser desvendadas a qualquer momento.

Contratei o candidato e só descobri a farsa depois. E aí, o que fazer?

Essa é uma decisão difícil. Às vezes, o candidato se esforça para atender às expectativas e acaba falhando. Por isso, primeiramente, é necessário ter a certeza de que as informações divulgadas pelo mesmo são, realmente, incoerentes ou se o candidato simplesmente não se encaixou à vaga. De qualquer maneira, vale uma conversa para entender o motivo da falha. Se confirmada a mentira e a quebra de confiança, fica difícil manter a relação de trabalho.

Como perceber se o candidato está mentindo?

Um dos jeitos de identificar uma mentira é por meio da checagem das referências do candidato. A mesma pode ocorrer através da busca de informações com superiores, pares, funcionários das empresas recentes ou anteriores que o candidato listou. No momento da entrevista pessoal, certifique-se que o candidato olha nos seus olhos. Assim, você terá mais segurança e certeza nas palavras do entrevistado. Perceba o momento das pausas na fala, o candidato que não responde com clareza as perguntas talvez não tenha tanta certeza das respostas.

Risco muito alto

Confiança é fundamental em qualquer tipo de relacionamento, inclusive no profissional. Mentir é um risco alto para o candidato e pode prejudicar, e muito, a credibilidade de toda a sua trajetória profissional.

 

Compartilhar essa página