Qual o seu principal desejo para 2018?

Por Robert Half 9 de Janeiro 2018

Por Patricia Alves

Mais um ano que se inicia e, com ele, as esperanças se renovam. É hora de fazer planos, programar os próximos doze meses e já começar a colocar projetos em prática para que todas as promessas feitas na virada do ano se concretizem. Quando o tema é carreira, não é diferente. Para 2018, qual é o seu maior desejo considerando a sua vida profissional?

A pergunta foi respondida por seguidores da Robert Half nas redes sociais e, para a maior parte deles, "Arrumar um Emprego" está no topo das metas para 2018. "Trocar de emprego" e "Ser promovido" aparecem na sequência, como mostra a tabela abaixo:

Arrumar um emprego 30,28%
Trocar de emprego 21,10%
Ser promovido 12,84%
Empreender 10,09%
Fazer um curso no Brasil 9,17%
Ter um aumento de salário 5,50%
Manter-me empregado 4,59%
Fazer um curso no exterior 3,67%
Outros 2,75%

Você tem 12 meses para cumprir a meta. Por onde começar?

Arrumar um emprego

Para aqueles que desejam arrumar um emprego, é importante ter em mente que procurar trabalho exige disciplina e esforço, porque é preciso estar disposto a garimpar. Dentro desse processo, é fundamental que o profissional mantenha a calma e organize as ideias para entender o que deseja para a carreira, em qual setor e/ou departamento gostaria de trabalhar, com qual empresa seu perfil se encaixa, qual é a localização física, além de atividades com as quais não tem afinidade. Todo esse cuidado tem como objetivo a otimização da procura, evitando o desperdício de tempo ao enviar currículos para vagas que não se encaixem com seu perfil.

Quer saber mais sobre o otimismo dos recrutadores para o próximo ano? Faça download do ICRH e confira!

Trocar de emprego

Acordar de manhã para trabalhar é um sacrifício? O dia parece arrastado e as horas demoram a passar? Você não se sente bem no ambiente de trabalho e sente que não colabora mais com o crescimento da empresa? Se a sua resposta foi sim para as três simples perguntas, talvez o seu relógio profissional esteja descompassado e seja a hora de acertar os ponteiros e, talvez, avaliar novas oportunidades.

Não é uma decisão fácil de ser tomada, principalmente em uma época em que o número de pessoas sem trabalho é grande. No entanto, reflita sobre o seu momento atual na empresa, seja honesto com você mesmo e analise o cenário. Se essa realmente for a melhor coisa a fazer, siga as dicas acima e planeja a sua saída, sem surpreender seu atual empregador. Lembre-se: saia com as portas abertas. O mundo corporativo dá voltas e as pessoas sempre acabam se encontrando.

Ser promovido

A primeira análise a ser feita é: O que tem feito para conquistar essa posição? Para se destacar no mercado de trabalho não basta fazer o que esperam de você. É preciso ir além. É preciso mostrar entusiasmo, curiosidade, interesse e apresentar resultados que façam a diferença. Esse é o seu caso? Então foque seu 2018 em se preparar para a sonhada promoção. Seguem algumas dicas:

  • Aproveite feedbacks
  • Conheça bem o cargo que quer ocupar – e quais serão suas responsabilidades
  • Estude e entregue resultados
  • Escolha o momento certo de falar sobre o tema
  • Tenha paciência.

* Patricia Alves é relações públicas da Robert Half para a América Latina

Faça download do índice de Confiança Robert Half

O ICRH vai monitorar o sentimento de recrutadores, profissionais empregados e desempregados com relação ao mercado de trabalho e economia atualmente e para os próximos seis meses.

 

More From the Blog...