A importância do equilíbrio entre a vida pessoal e profissional

Por Robert Half on 4 de dezembro de 2023
Tempo estimado de leitura: 5 minutos

Pergunte a si mesmo sinceramente: você está fazendo tudo o que é possível para criar um equilíbrio saudável entre trabalho e vida pessoal para seus funcionários? De acordo com um relatório da McKinsey de 2022 sobre saúde e bem-estar dos funcionários, trabalhadores em todo o mundo relataram sintomas de burnout, apesar do compromisso de seus empregadores com o bem-estar mental.

Criar culturas de trabalho que apoiem um bom equilíbrio entre trabalho e vida pessoal não é tão simples quanto oferecer mais dias de folga ou assinaturas com desconto de aplicativos de meditação. Nossos especialistas compartilham novas pesquisas sobre por que o equilíbrio entre trabalho e vida pessoal é importante, seu impacto nas diferentes gerações no ambiente de trabalho e como restaurar um equilíbrio verdadeiro.

Envie sua vaga

Por que o equilíbrio entre trabalho e vida pessoal é importante

Neste momento, você provavelmente está muito familiarizado com o impacto negativo que um mau equilíbrio entre trabalho e vida pessoal pode ter sobre os funcionários. Cargas de trabalho pesadas, prazos apertados e falta de tempo para "desligar" podem causar um desequilíbrio no estilo de vida, eventualmente resultando em esgotamento.

Chegar a essa fase crítica pode causar danos físicos e emocionais aos seus funcionários. De acordo com a Gallup, trabalhadores que frequentemente experimentam esgotamento relacionado ao trabalho têm 63% mais chances de faltar ao trabalho e 23% mais chances de acabar na sala de emergência.

Descubra também: Vida pessoal e profissional: três fatores que influenciam no equilíbrio | Robert Half

O esgotamento causado pelo mau equilíbrio entre trabalho e vida pessoal também afeta o desempenho no trabalho, reduzindo a motivação, a produtividade e o engajamento, ao mesmo tempo em que aumenta as taxas de rotatividade de pessoal. Os benefícios do equilíbrio entre trabalho e vida pessoal vão além da saúde dos funcionários e da alta produção da empresa - impacta positivamente sua capacidade de atrair e reter talentos também.

Os funcionários consideram um bom equilíbrio entre trabalho e vida pessoal altamente atrativo, tornando-o uma ferramenta-chave de retenção e aquisição no cenário de contratação competitiva de hoje. De acordo com uma pesquisa recente da Aviva, 41% dos funcionários disseram que foram atraídos pelo seu cargo atual devido ao excelente equilíbrio entre trabalho e vida pessoal. Foi o benefício mais atrativo, com o salário em segundo lugar, com 36%.

Esses resultados são apoiados por nossa pesquisa para o Guia Salarial Robert Half 2023, na qual 73% dos empregadores concordaram que o trabalho flexível é essencial para a retenção e atração de pessoal. Além disso, 32% dos empregadores disseram que estavam considerando reduzir as horas de trabalho sem cortar o salário para reduzir o esgotamento, mantendo a força de trabalho.

Como encontrar o equilíbrio certo

A especialista em gerações, Dra. Eliza Filby, revelou que os Millennials valorizam o trabalho flexível para facilitar o cuidado com os filhos, e a geração X valoriza isso para o cuidado com os idosos. Ela também discutiu os Baby Boomers e seu desejo de um caminho mais interessante para a aposentadoria, que inclui uma redução constante de horas de trabalho.

Um estudo da Cigna International Health revelou que a geração Z é a mais propensa ao esgotamento no ambiente de trabalho, tornando ainda mais crucial que os líderes adotem uma postura robusta e saudável em relação ao equilíbrio.

Com isso em mente, não se trata apenas de como melhorar o equilíbrio entre trabalho e vida pessoal, mas de como oferecer uma variedade de opções para seus funcionários. A política de flexibilidade deve beneficiar todas as gerações e ser clara o suficiente para evitar conflitos ou confusões.

Exemplos de equilíbrio entre trabalho e vida pessoal

1. Incentive os funcionários a se desligarem do trabalho fora do expediente

De acordo com uma nova pesquisa publicada pela Business in the Community (BITC), mais da metade (55%) dos funcionários entrevistados sentem-se pressionados a responder a chamadas ou verificar e-mails fora do expediente. Ficar constantemente conectado impede que os funcionários descansem fisicamente e mentalmente, podendo desencadear o esgotamento.

Implementar algo tão simples quanto uma política contra práticas de trabalho antissociais pode ajudar a evitar que os funcionários verifiquem seus e-mails habitualmente. Você também pode incentivá-los a desativar notificações para evitar que Slack, Discord e e-mails os perturbem fora do horário de trabalho.

Leia também: 5 dicas para a saúde mental dos colaboradores em um ambiente de trabalho pós-pandemia | Robert Half

2. Dê o exemplo

Uma cultura de presentismo está prejudicando seus funcionários? O medo de julgamento da gerência e dos colegas faz com que muitos funcionários no Reino Unido se sintam obrigados a trabalhar quando estão doentes ou a permanecer mais tempo do que o horário contratado. É uma expectativa insidiosa e não declarada que tem o poder de minar políticas saudáveis de equilíbrio entre trabalho e vida pessoal.

A melhor maneira de combater o presentismo é dar o exemplo. Incentive a equipe a fazer pausas para o almoço longe da mesa, a sair no horário e a tirar férias completas. Isso é mais eficaz quando você deixa sua equipe vê-lo fazendo isso também, incentivando a compreensão de que essas regras se aplicam a todos, inclusive a você.

3. Estabeleça metas e prazos realistas

Cargas de trabalho pesadas podem fazer com que os funcionários adotem maus hábitos em relação ao equilíbrio entre trabalho e vida pessoal. De acordo com a pesquisa da BITC, dois em cada cinco (41%) funcionários têm cargas de trabalho tão pesadas que se sentem pressionados a trabalhar horas extras. O HR Review relatou recentemente que mais de 6 em cada 10 funcionários não conseguem tirar suas férias completas devido à pressão da gerência.

Se você percebeu que os funcionários evitam suas férias ou não tiram sua alocação completa, tente trabalhar com eles para garantir que eles possam cumprir prazos confortavelmente e gerenciar suas cargas de trabalho. Considere a possibilidade de contratar temporários ou contratados para apoiar sua equipe quando o tempo é curto ou as cargas de trabalho são pesadas.

Guia Salarial da Robert Half

No Guia Salarial da Robert Half você encontra a mais completa pesquisa salarial e um estudo sobre tendências de contratação no mercado brasileiro.

4. Priorize modelos baseados em resultados

O trabalho híbrido funciona melhor quando você adota uma cultura de trabalho baseada em resultados em vez de uma que recompensa o tempo gasto em uma mesa. Isso concede aos funcionários a autonomia necessária para alcançar objetivos da maneira que lhes convém e permite que façam pausas quando necessário.

Saiba como os recrutadores da Robert Half podem ajudar você a construir uma equipe talentosa de colaboradores ou avançar na sua carreira. Operando em mais de 300 locais no mundo inteiro incluindo nossas agências de empregos de São Paulo. A Robert Half pode te fornecer assistência onde e quando você precisar.

Mais em nosso Blog