7 motivos para trocar de emprego por um salário menor

Por Robert Half 18 de junho 2015

*Por William Monteath Ninguém gosta de um salário mais baixo, verdade? Nem sempre. Entenda quais são os motivos que levam um profissional a aceitar uma menor remuneração.

01: Mudança de área: Um profissional que tem como motivação mudar de carreira ou conhecer outra área normalmente está disposto a baixar seu pacote de remuneração em virtude da falta de experiência naquela determinada disciplina. Exemplo: Um profissional de finanças que quer buscar oportunidades na área de recursos humanos.

02: Mudança de indústria: Profissionais que estão há muito tempo na mesma indústria e que se sentem saturados e buscam outros segmentos, estão dispostos a aceitar menos por isso. Corrobora para essa razão indústrias que vivem momentos ruins, como por exemplo o atual momento de petróleo e gás no Brasil. Um profissional que quer sair desse segmento (que no passado oferecia alto patamar salarial) está disposto a sacrificar salário para realizar a mudança desejada.

03: Participar de um start up: Aqueles que querem ser pioneiros em empresas começando suas atividades muitas vezes podem diminuir substancialmente seu pacote financeiro com a expectativa de recuperar isso com o crescimento da empresa no futuro. É a famosa relação risco retorno e nesse caso, muitas vezes, o funcionário entra com um pacote de ações que podem fazer a diferença se a companhia crescer.

04: Qualidade de vida: Muitas vezes, o principal motivador para mudança não é a remuneração. Quando as prioridades na vida são outras, como ter mais tempo para passar com a família ou até mesmo trabalhar mais perto de casa, o candidato sente-se à vontade para aceitar menos.

05: Um desafio maior que gere mais aprendizado: Assim como acontece com a qualidade de vida, se o motivador não é salário e sim desafio, mudanças de emprego que façam o profissional se sentir mais desafiado podem levar à uma redução financeira. Engordam a lista exemplos como oportunidades de gestão e trabalhar fora do país, ou qualquer outra razão que tire o candidato da zona de conforto. Muitas vezes, ele não vê no atual empregador chances de desenvolvimento pessoal e por essa razão busca novas oportunidades no mercado.

06: Problemas no atual empregador: Quando o funcionário já está saturado e/ou com algum problema no seu atual empregador e não tem paciência para buscar uma nova oportunidade onde vai ganhar mais, ele tende a aceitar um novo emprego com menor salário para se ver livre do problema de maneira rápida. Essa é uma mudança que tende a não ser muito planejada e que pode gerar algum nível de arrependimento ou frustação posterior. Problemas com o chefe, ou empresas com falta de ética podem incentivar esse tipo de atitude.

07: “A empresa dos sonhos”: Candidatos que idealizam empresas e sempre sonharam em trabalhar nessas companhias poderiam aceitar menor remuneração para a realização do sonho. Empresas de bens de consumo com marcas fortes como Coca-Cola e L´Oreal ou mesmo empresas de tecnologia com destaque no atual cenário mundial como Google e Facebook tendem a provocar esse efeito.

*Por William Monteath é senior division manager da Robert Half

More From the Blog...