O uso correto da ferramenta de comunicação empresarial mais utilizada

caixa-de-sugestoes-nas-empresas-como-usar-corretamente

Por Fernando Mantovani

Para estimular o diálogo com os funcionários muitas empresas optam por ferramentas que se relevam ineficazes. Para utilizar corretamente a caixa de sugestões nas empresas é necessário que se tenha o canal de comunicação adequado. Se isso for feito de uma maneira muito formal, é possível que seja ineficaz. As soluções mais utilizadas costumar: a criação de um e-mail, um 0800 ou a famosa caixas de sugestões. Essa iniciativa pode se tornar uma aliada ou criar um novo problema.

Ao abrir a porta para um feedback do funcionário sobre melhorias que a empresa deveria fazer, esta deve estar preparada para dar uma resposta, seja ela positiva ou negativa. A comunicação deve ser clara, bem argumentada, mostrando os motivos pelos quais aquela questão será ou não levada adiante. Quando bem estruturada, podem sair daí inovações que levarão a companhia a mudar de patamar. Ponto para o funcionário e para organização!

Se não for esta a situação e as ideias caírem no limbo ou forem sugadas por um misterioso buraco negro, a caixa de sugestões pode gerar uma frustração no funcionário e afetar seu engajamento – este não é o objetivo.

Incentive o uso dessa ferramenta de comunicação empresarial

Outro risco é tornar as caixas de sugestões nas empresas em um muro das lamentações, no qual os colaboradores que apenas reclamam apontam erros (sempre dos outros) sem sugerir nenhuma mudança. Nesse caso, definitivamente, é melhor abolir a iniciativa e focar em outras ações para despertar o espírito colaborativo na equipe.

Fernando Mantovani é diretor de operações da Robert Half Brasil.
Este artigo foi originalmente publicado no blog Sua Carreira, Sua Gestão, da Exame.com.

 

Compartilhar essa página