A estrutura de currículo que os recrutadores esperam

Estrutura de currículo

Por Fernando Mantovani

Experiência e resultados, em no máximo duas páginas! É isso que o recrutador quer ver, por isso é preciso saber como organizar a estrutura de currículo, de forma que, as informações essenciais não sejam deixadas de lado.

Preparar um bom modelo de cv não é tão fácil quanto parece. Resumir o histórico profissional, pode ser um obstáculo intransponível para muitos. Já tive contato com profissionais altamente qualificados, com uma bagagem invejável, porém com problemas na estrutura de currículo, o que os impedia de retratar sua experiência.

O que colocar no currículo e como fazê-lo

Antes de mais nada, é preciso entender que um currículo não se escreve com pressa, jogando em ordem cronológica inversa (da mais recente para a mais antiga) toda a sua carreira. Ele precisa ser pensado de forma estratégica. Em cada uma das suas etapas profissionais, quais foram os projetos mais relevantes? Qual foi sua participação? Quais os resultados? Procure tangibilizá-los com números ou percentuais. Se você tem uma experiência longa, coloque apenas as últimas e mais relevantes passagens.

Olhe para sua carreira e encontre aquilo que pode destacá-lo dos demais. O currículo não tem que ter tudo, deve conter apenas o suficiente para chamar a atenção do recrutador e ele querer saber mais sobre você. 

Fernando Mantovani é diretor de operações da Robert Half Brasil, referência mundial em recrutamento e seleção
Este artigo foi publicado em primeira mão no blog Sua Carreira, Sua Gestão, da Exame.com.

Compartilhar essa página