9 conselhos práticos e simples para ser mais produtivo  

Conseguir ser mais produtivo é um desafio para muita gente. Afinal, quem não gostaria de dedicar menos tempo ao trabalho, entregando o mesmo resultado – ou até mais – e, com isso, conseguir mais disponibilidade para si próprio, os amigos e a família? Pois há quem consiga essa façanha. Aprender que, quando se fala em produtividade, menos é mais foi uma das lições aprendidas por Maurício Schneider em sua passagem profissional pela sede global de uma organização do terceiro setor na Holanda.

Especialista em planejamento e ex-vice-presidente da Aiesec Mundial, uma organização sem fins lucrativos que se propõe a desenvolver liderança responsável e empreendedora por meio de intercâmbios, Schneider trabalhava nessa ONG em São Paulo antes de ser transferido para a Holanda. “Aqui no Brasil as jornadas eram insanas, chegando a 18 horas por dia, e no final do dia, no final da semana eu estava sempre devendo trabalho, por isso as jornadas ficavam cada vez mais longas”, conta ele. “Era um sentimento de culpa que me fazia trabalhar mais e mais, e simplesmente eu não enxergava que minha produtividade diminuía dia-a-dia.” Só que já nas primeiras semanas de trabalho na Holanda ele recebeu um treinamento funcional de uma consultoria especializada em produtividade.

As dicas que ouviu, como ele mesmo conta, eram bem simples, mas – acredite – funcionam! Pelo menos funcionaram para ele. Aqui no blog, Schneider compartilha o que aprendeu do outro lado do oceano. Depois de ouvir os conselhos da consultoria, garante nunca mais ter trabalhado mais do que oito horas por dia. “Sobrou muito mais tempo para minha vida pessoal, hobbies, tempo com os amigos e a família, o que no final acabou me deixando mais descansado e mais produtivo. O que eu fazia em São Paulo em 18 horas passei a fazer em 4 horas na Holanda”, afirma. “Foi o momento da minha carreira profissional em que tive mais responsabilidade e foi quando mais resultado entreguei.”

Veja as dicas! Ao que parece, é tudo viável, mas requer disciplina.

- Defina suas prioridades semanais na segunda-feira pela manhã de uma maneira hierárquica: as mais importantes e mais impactantes primeiro;
- Planeje sua agenda no início da semana, colocando as tarefas mais difíceis ou as que você menos gosta no início da semana e, preferencialmente, pela manhã, quando sua mente ainda está descansada;
- Deixe um espaço de 20% livre na sua agenda para emergências. Elas sempre aparecem;
- Verifique e-mails e redes sociais apenas no início da manhã. Resolva as coisas urgentes instantaneamente e o resto aloque na sua agenda;
- Aprenda a filtrar as emergências. Sempre pergunte para a pessoa que quer usar um pouco do seu tempo qual é o assunto, se tem que ser com você mesmo, quanto tempo é necessário, o que precisa de informações para tomar decisões... Assim uma reunião que estava prevista para durar duas horas pode durar uma hora;
- Aprenda a dizer não se você avaliou que o assunto em questão não é relevante ou não precisa ser discutido agora;
- Eduque seus colaboradores, colegas e seus líderes a também planejarem com antecedência suas agendas. Todos ganham com isso;
- Priorize! Se mesmo fazendo todos os passos acima você ainda não está conseguindo ser mais produtivo, muito provavelmente você está com muitas tarefas. Escolha as mais importantes e foque nelas. As outras tente delegar, substituir, reagendar;
- Não faça longas jornadas de trabalho frequentemente, pois com o tempo você acaba ficando cansado e o que poderia ser feito em duas horas acaba demorando o dobro.  

Compartilhar essa página