6 Passos para uma boa negociação salarial

Negociação salarial para conquistar um bom salário

Não há dúvida de que, para muitos, o processo de procura de emprego e entrevista seja estressante. Porém, muitos candidatos a uma vaga de trabalho consideram a etapa que vem a seguir - a negociação salarial - a parte mais complicada.

Mas negociar o salário não tem de ser tão assustador. Se você se preparar bem, pode calmamente apresentar seus argumentos para justificar o salário desejado e ter sucesso na conversa. Veja a seguir nossos conselhos para uma negociação salarial de sucesso.

Como conquistar um bom salário

1 Esteja preparado antes de começar a conversa sobre salário

Faz parte de sua preparação para a entrevista de emprego, a investigação dos salários praticados no mercado para a posição almejada. Utilize-se de ferramentas como Guia Salarial da Robert Half. Também pesquise empresa para qual está se candidatando e ajuste o valor desejado com base no tamanho da organização, longevidade e setor de atuação. Por exemplo, o trabalho em uma pequena empresa startup nacional pode não oferecer o mesmo salário base para uma posição semelhante em uma grande empresa bem estabelecida.

2 Entenda seu valor para a companhia

Antes da entrevista, considere suas habilidades e como você pode contribuir para a empresa. Você traz consigo um conhecimento único ou experiência diferenciada? A empresa está oferecendo-lhe uma posição nova ou já existente? Você tem as qualificações mínimas exigidas pela vaga? Há outros candidatos sendo entrevistas para o cargo?

As companhias querem saber qual será o retorno do investimento (ROI). Se você pode provar que vai trazer valor e aumentar o patamar, terá mais probabilidade de negociar um salário-base próximo do que deseja.

3 Aguarde o momento certo

Evite tomar a iniciativa de falar sobre o tema. Em geral, os recrutadores preferem fazer isso depois do primeiro contato como candidato. Controle a ansiedade e prepare-se para quando o momento da conversa chegar.

4 Memorize seus argumentos e mantenha a calma

Baseie suas argumentações salariais em razões que façam sentido para a empresa e nas quais ela enxergue valor agregado. Não use razões pessoais (por exemplo, dívida de cartão de crédito, um alto financiamento ou educação dos filhos), para defender o seu ponto de vista. Além disso, não exagere no percentual de aumento desejado em relação à última remuneração. Um percentual de ajuste entorno de 10% e 15% em um cenário de economia desacelerada é o adequado. E se mantenha flexível para uma eventual negociação.

5 Considere o pacote completo

Não se esqueça de considerar o pacote de remuneração de forma ampla e não somente o salário mensal. Mesmo que o valor mês a mês não seja o esperado, podem haver outros benefícios não-financeiros que compensem ou que sejam mais relevantes para você. Por exemplo, plano de saúde de alto padrão, subsídio para estudos, horário flexível, etc.

6 Peça a formalização da proposta por escrito

Uma vez que você e o recrutador cheguem a uma proposta ideal, peça a formalização por escrito, juntamente com uma breve descrição do trabalho e uma lista de responsabilidades para o seu novo papel. Verifique se o documento é assinado por você e pelo o empregador para garantir que estejam de acordo.

Mesmo em cenários incertos, há setores que estão melhores que outros, o que influenciará diretamente no sucesso da sua negociação. Acreditamos que com essas orientações você pode conseguir o salário desejado ou pelo menos chegar o mais perto possível dele.

Este artigo foi traduzido e adaptado do original 6 Steps to Success When Negotiation Salary.

Share This Page