5 formas de fazer o tempo andar mais devagar

Por Adriana Fonseca

O ano mal começou e logo menos a Páscoa já está aí. O tempo parece estar passando rápido demais? Acredite: não é só para você. Isso acontece, principalmente, porque temos muita coisa para fazer. E, ao que parece, cada vez mais coisas.

Só que, apesar do excesso de tarefas, boa parte da correria diária tem a ver com a percepção que temos do tempo. E isso a gente pode controlar! Já as 24 horas do dia serão sempre essas, não tem jeito.

Então, da próxima vez que o seu dia parecer estar passando rápido demais, recorra à listinha abaixo para fazer as horas andarem mais devagar.

Estudos sugerem que há, pelo menos, sete áreas do cérebro responsáveis pela percepção do tempo. E a passagem das horas não é constante, depende do nosso humor, idade e do ambiente.

Um exemplo? Em uma festa pra lá de animada, com gente divertida ao seu redor, o tempo voa. O mesmo tempo demoraria demais para passar caso só houvesse gente e música chata perto de você.

Se você ainda não está convencido de que dá para fazer o relógio andar mais devagar, veja as dicas da consultoria de planejamento financeiro para aposentadoria Key Retirement para alcançar essa façanha.

1. Tente uma sessão de concentração
Fechando as portas para a distração, a concentração cria um estado de “hiperconciência”, onde prestar atenção a cada sensação resulta em um estado de contemplação. 

2. Quebre a rotina
Ao invés de passar o fim de semana assistindo TV ou se espreguiçando por aí, preencha seu tempo com novas experiências. Porque você estará aprendendo novas habilidades e prestando muita atenção nisso. Vai parecer que o tempo foi esticado!

3. Determine metas diárias
Ser um defensor da organização pode ajudar o tempo a ir mais devagar graças ao sentimento de cumprir as tarefas depois de um dia cheio. Defina metas realistas a cada dia e tempos adequados para realizá-las.

4. Mantenha-se curioso intelectualmente
Você nunca é velho demais para aprender algo novo. Então faça um esforço para procurar novas atividades intelectuais. Focando no material à sua frente você traz a si mesmo para o momento presente.

5. Pare de correr atrás do seu fôlego
Quando a gente toma consciência da nossa própria respiração, tomamos consciência da passagem do tempo. Fica mais fácil fazer pausas e viver o momento atual.

Só uma última observação. Quando o tempo parece passar rápido demais, costuma ser um sinal de que estamos gostando da vida. Então, por mais que a sensação de correria traga algum desconforto, pode ser sinal de uma vida feliz. 

Adriana Fonseca é jornalista, tem mais de dez anos de experiência na cobertura de carreiras e empreendedorismo e já publicou no jornal Valor Econômico, na Folha de S.Paulo e na revista Pequenas Empresas & Grandes Negócios. Hoje, escreve e edita seus textos em seu aconchegante home office.

Compartilhar essa página